O que é MVP?

Publicado por Cyntia Albernaz em

Construir um MVP ( Minimum Viable Product ) tem o objetivo de validar uma hipótese de solução para um problema de negócio. Esse termo começou a ser muito utilizado quando o mercado de produtos digitais ganhou força e as empresas passaram a produzir soluções de uma forma diferente.

Na imagem abaixo podemos entender melhor em como se trabalha o conceito de MVP, imagine que o problema que está sendo resolvido é a locomoção do ponto A ao ponto B.

A cada entrega feita ao cliente há uma tentativa de tentar o resolver o problema.

1a abordagem

Na 1a abordagem o cliente só teria o seu problema resolvido na última entrega, mas desde o inicio já se sabia que o produto final seria um carro. E já se sabia também como esse carro seria, não temos espaço aqui para colher feedback do cliente e incrementar o carro de acordo com o seu gosto ou necessidade. Temos um alto risco do produto não agradar ao cliente e com isso não trazer lucro à empresa. Essa abordagem remete a forma como as empresas construíam produtos num mercado sem muitas opções de consumo.

2a abordagem

Na 2a abordagem o problema já seria resolvido na 1a entrega, é dessa forma que as empresas começaram a pensar MVP. A entrega de um patinete já resolveria o problema, isso era bom para o cliente mas não necessariamente para a empresa pois ao colher feedback e construir a 2a entrega do produto, existia um espaço muito grande para que outro MVP fosse construído e a 1a entrega fosse totalmente descartada.

3a abordagem

Mas o mercado amadureceu e hoje entendemos que a junção das 2 abordagens anteriores é que traz a maior vantagem competitiva às empresas. Nessa abordagem, sabemos que a solução que queremos validar é a construção de um carro e já na 1a entrega resolvemos o problema colocando na rua um carro simples porém escalável, com o objetivo validar a solução e colher feedback para incrementar o carro da maneira como mais agradar ao cliente.

Ainda tem muita gente que confunde os conceitos de MVP, POC(Prova de Conceito) e Protótipo, vou tentar explicar aqui:

  • MVP – Produto minimo viável que valida uma solução de negócio para um problema do cliente com o mínimo custo possível para a empresa.
  • POC – Prova de Conceito sobre uma determinada tecnologia a ser utilizada na entrega do MVP ou de algum produto/projeto.
  • Protótipo – Utilizado para validar a experiencia de usabilidade do produto pelo cliente.

Na entrega de um MVP pode ser que tenhamos que fazer uma POC ou um protótipo. Para pensar no escopo do MVP é importante que a gente consiga validar a hipótese de solução levando em consideração sempre 3 pilares: ROI, UX e TECH.

E na garagem, como construímos o MVP?

Na primeira etapa, que chamamos de INCEPTION, durante um período máximo de 1 semana, mergulhamos junto com a área de negócio no problema que se quer resolver. Desenhamos juntos o protótipo, com uma possível jornada de solução, e começamos a delimitar o escopo do MVP.

Na semana seguinte, começamos a envolver nosso time técnico, contextualizando todo o cenário e tudo que foi abordado na semana de INCEPTION.

Esse time, que chamamos de ARQUITETURA, pensa na solução e a melhor estrutura para atendê-la. Nessa etapa do processo, podemos ainda envolver a área de negócio para alguns esclarecimentos e executar alguma POC.

Passadas essas 2 semanas de bastante colaboração e interação, começamos a etapa de desenvolvimento (ou “delivery“). É o momento da construção, de fato, do MVP.

Nessa etapa, que geralmente leva 2 semanas, o time de DESENVOLVIMENTO começa a construir tudo que foi definido nas etapas anteriores. O mais importante nesse momento é o entendimento do time técnico sobre o problema que se quer resolver e, além disso, a disponibilidade e colaboração da área de negócio para acompanhar a construção.

MVP entregue!

Produto na rua para colher feedback dos usuários! 🙂

A partir desse momento, durante 3 meses, a equipe da garagem dá suporte para eventuais melhorias/ correções e acompanha os indicadores desse produto. O objetivo desse acompanhamento é, ao final dos 3 meses, entendermos com a área de negócio se o MVP resolveu o problema que foi levantado.

Ao final desse período decidimos em conjunto com o negócio se o MVP deve ser descontinuado (no caso de não ter tido a hipótese de solução validada) ou se será “rolloutado” para o time de projetos dar continuidade no incremento do produto.

Esse é o processo que temos hoje na Garagem Digital, mas sabemos que será sempre um processo em construção pois estamos constantemente colhendo feedback e incrementando o nosso produto que é a nossa fábrica de MVPs.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: